Voltar ao Topo

Sala Verde

As salas verdes constituem-se em um espaço definido situado dentro de uma Instituição, o qual será dedicado ao delineamento e desenvolvimento de atividades de caráter educacional, relacionadas com a temática da alfabetização ecológica nas suas várias facetas, a partir de convênios firmados com o Ministério do Meio Ambiente para a educação ambiental em locais de todo o Brasil.

As principais ações utilizadas para a consecução dos objetivos das salas verdes são a divulgação e a difusão de publicações especializadas, seja em mídia impressa ou digital, contando com o apoio do CID Ambiental - Centro de Informação e Documentação Ambiental, unidade vinculada à Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental - SAIC do MMA, dentre outros mecanismos de apoio (editoras, parceiros e voluntários na consecução das atividades locais).

A Sala Verde Mangaba funciona na sede da Amedi em Monte Carmelo, um espaço público para a consecução de trabalhos de diversas potencialidades, quais sejam: ambientais, culturais, sociais, informacionais, de pesquisa, articuladoras, dentre outros.

A Sala Verde constitui-se numa iniciativa do Ministério do Meio Ambiente, e que dispõe de elementos fundamentais: uma equipe que faz a gestão do acervo e das atividades na Sala, os recursos de que ela dispõe (espaço de estudo, reuniões, consulta às bibliografias especializadas, bem assim a vídeos, dvds e materais disponíveis), além do constante aprofundamento do Projeto Político Pedagógico, o qual orienta as ações para o melhoramento da Sala e a consecução de atividades educativas junto à comunidade. 

A Sala Verde é considerada um ambiente dinâmico, onde os públicos que a ela se dirigirem poderão fazer leituras, ouvir, acessar e pesquisar documentos, participar de atividades educacionais e de eventos promovidos por ela, dentre outras atividades.

A Sala Verde Mangaba é atualmente aberta de segunda a sexta-feira, no horário comercial, na sede da Amedi à Av. Belo Horizonte, 115 - Monte Carmelo -  MG.

É preciso ressaltar a capacidade articuladora que a Sala Verde apresenta, e salientar que ela pode ser considerada como efetivo Centro de Educação Ambiental (CEA), porque tem capacidade de fomentar e promover processos educacionais voltados à questão ambiental, a partir da disponibilização de informações, da promoção de eventos e de outras atividades de caráter cultural e ambiental, dentre elas: exposições, mostras, seminários, teatros, etc.

Há ainda um diálogo permanente entre Salas Verdes de todo o país, para o quê existe uma plataforma web conhecida como blog de salas verdes.

Nestes espaços, pretende-se que as comunidades tenham acesso a informações ambientais, a atividades e eventos de caráter ecológico e cultural, dentre outras ações e processos educacionais voltados para os temas em meio ambiente e para a articulação e integração na localidade onde se encontra, de modo a não estarem desconexas do que se pensa e se faz no município com relação à Educação Ambiental. As Salas Verdes funcionariam como um espaço de promoção de sinergias entre instituições, pessoas, projetos, programas e ações locais, conectadas em processos estaduais, regionais, nacionais e internacionais.

Assim é a Sala Verde Mangaba: um espaço interativo aberto ao público e que se fortalece cada vez mais, contribuindo para a formação de cidadãos comprometidos com mudanças efetivas para a melhoria do meio ambiente e a salvaguarda do patrimônio natural.

Participe!!!